PREVALÊNCIA DE DISTÚRBIOS METABÓLICOS EM PACIENTES PORTADORAS DE SÍNDROME DOS OVÁRIOS POLICÍSTICOS ATENDIDAS NO AMBULATÓRIO DA CMMG

Guilherme Francisco Santos Valentim, Pedro Ivo Palhares Monteiro, Ana Luísa Rodrigues da Silveira, Catarina Luiza Santos Valentim, Ricardo Mello Marinho

Resumo


INTRODUÇÃO: A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é a endocrinopatia mais comum na mulher, apresenta prevalência de 6 a 10% naquelas que estão em idade reprodutiva, e pode ser identificada em 30 a 40% nas que tem infertilidade, sendo responsável por cerca de 80% dos casos de hiperandrogenismo na mulher. O diagnóstico requer a detecção de hiperandrogenismo, disfunção ovulatória e achados morfológicos de ovários policísticos. O aumento da produção de androgênios pelos ovários resulta de uma interação de fatores e está associada a diversos distúrbios metabólicos. OBJETIVO: Identificar a prevalência de alterações metabólicas como dislipidemias, diabetes e intolerância à glicose em pacientes com SOP atendidas do ambulatório da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. MÉTODOS: Trata-se de um estudo observacional, predominantemente descritivo, no qual foram levantados no Ambulatório de Infertilidade da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais 42 prontuários de pacientes diagnosticadas com Síndrome dos Ovários Policísticos, atendidas nos anos de 2016 e 2017. RESULTADOS: O estudo demonstrou grande prevalência de circunferência abdominal aumentada, obesidade, resistência insulínica e hirsutismo nas pacientes portadoras de SOP. As prevalências encontradas para hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus, dislipidemia e síndrome metabólica são menores que as referidas na literatura. CONCLUSÃO: Alterações metabólicas são mais prevalentes em portadoras de SOP e requerem atenção especializada. Conhecer a doença e as suas consequências é de extrema valia, já que direcionará a abordagem terapêutica das pacientes, o que irá influenciar o seu prognóstico.

 

Palavras-chave: Síndrome do Ovário Policístico; Infertilidade; Metabolismo; Estado Pré-Diabético; Doenças Cardiovasculares.

Texto completo:

PDF

Referências


Legro RS, Arslanian SA, Ehrmann DA, Hoeger KM, Murad MH, Pasquali R, et al. Diagnosis and treatment of polycystic ovary syndrome: na Endocrine Society clinical practice guideline. Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism. 2013; 98(12):4565-4592.

McCartney CR, Marshall JC. Polycystic Ovary Syndrome. The New England Journal of Medicine. 2016; 375 (1): 54-64.

The Rotterdam ESHRE/ASRM-Sponsored PCOS Consensus Workshop Group. Revised 2003 consensus on diagnostic criteria and long-term health risks related to polycystic ovary syndrome. Fertility and Sterility. 2003; 81 (1): 19-25.

Ávila MA, Bruno RV, Barbosa FC, Andrade FC, Silva Adriana AC e, Nardi Antonio E. Síndrome dos ovários policísticos: implicações da disfunção metabólica. Rev. Col. Bras. Cir. [Internet]. 2014; 41( 2 ): 106-110.

Duncan W. A guide to understanding polycystic ovary syndrome (PCOS). Reproductive Health Care. 40 (3): 217–225.

Yang R, Yang S, Li R, Liu P, Qiao J, Zhang Y. Effects of Hyperandrogenism on Metabolic Abnormalities in Patients with Polycystic Ovary Syndrome: A Meta-Analysis. Reproductive Biology and Endocrinology : RB&E. 2016; 14 (67).

Conway G, Dewailly E, Diamanti KE, Escobar HF, Franks S, Gambineri A, et al. The polycystic ovary syndrome: a position statement from the European Society of Endocrinology. European Journal Endocrinology. 2014; 171 (4): 1-29.

Layegh P, Mousavi Z, Farrokh TD, Parizadeh SM, Khajedaluee M. Insulin Resistance and Endocrine-Metabolic Abnormalities in Polycystic Ovarian Syndrome: Comparison between Obese and Non-Obese PCOS Patients. International Journal of Reproductive Biomedicine. 2016; 14(4): 263-270.

De Leo V, Musacchio MC, Massaro MG, Morgante G e, Petraglia F. Genetic, Hormonal and Metabolic Aspects of PCOS: An Update. Reproductive Biology and Endocrinology : RB&E. 2016; 14(38).

Bentley R, Seely E e, Dunaif A. Ovarian Hypertension: Polycystic Ovary Syndrome. Endocrinology and Metabolism Clinics of North America. 2011. 40 (2): 433-452.

Velija-Asimi Z, Burekovic A, Dujic T, Dizdarevic BA, Semiz S. Incidence of prediabetes and risk of developing cardiovascular disease in women with polycystic ovary syndrome. Bosnian Journal of Basic Medical Sciences.2016;.16 (4): 298-306.

Lwanga, S. Sample size determination in health studies:a practical manual. Geneva, World Health Organization, 1991, 80p.

Schorge, J. Ginecologia de Williams. Porto Alegre: AMGH, 2011. xxiv, 1189p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 REVISTA INTERDISCIPLINAR CIÊNCIAS MÉDICAS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

INDEXAÇÕES 

     

 

 

 

ISSN 2526-3951