TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO DA “STIGMA OF SUICIDE SCALE – SHORT FORM” E DA “LITERACY OF SUICIDE SCALE – SHORT FORM”: EVIDÊNCIAS PRELIMINARES

João Guilherme de Figueredo Campos, Thaísa Marcia de Almeida, Amanda de Faria Cunha, Renata Saldanha-Silva

Resumo


Introdução: O suicídio configura-se como grave problema de saúde pública. Os altos índices atrelados à falta de conhecimento e às atitudes estigmatizantes por parte da sociedade influenciam negativamente na procura por ajuda daqueles em vulnerabilidade. O uso de instrumentos confiáveis para avaliar o estigma e o conhecimento acerca do suicídio voltados para o público geral torna-se relevante para embasar políticas públicas interventivas. Objetivo: Realizar a tradução e validação de conteúdo das escalas australianas Stigma of Suicide Scale - Short Form (SOSS-SF) e Literacy of Suicide Scale - Short Form (LOSS-SF) para o português brasileiro. Método: Seguiu-se as seguintes etapas para o processo de adaptação: tradução para idioma-alvo; síntese das versões traduzidas; avaliação da síntese por especialistas e tradução reversa.  Utilizou-se da análise de Coeficiente de Validade de Conteúdo para mensurar a avaliação dos critérios de equivalência semântica, idiomática, conceitual e experiencial. Resultados: Os instrumentos traduzidos, de maneira geral, apontaram para bons índices de adequação ao contexto brasileiro, tendo 100% dos itens do questionário LOSS-SF apresentando concordância entre os especialistas. O questionário SOSS-FR apresentou-se, também, como adequado, embora um de seus itens não tenha alcançado índice esperado de concordância. Os resultados foram discutidos considerando os problemas enfrentados na adaptação do instrumento. Conclusão: As versões brasileiras dos instrumentos foram adequadas para utilização no público alvo. Contudo, faz-se necessária a análise das propriedades psicométricas a fim de assegurar com precisão os critérios de validade e fidedignidade.


Texto completo:

PDF

Referências


- World Health Organization. [Acesso em 10 dez 2017]. Disponível em: http://apps.who.int/healthinfo/statistics/mortality/whodpms/

- World Health Organization. Preventing suicide: a global imperative. 2014. [Acesso em 10 de dez 2017] Disponível em: www.who.int

- Carmona-Navarro MC, Pichardo-Martínez MC. Atitudes do profissional de enfermagem em relação ao comportamento suicida: influência da inteligência emocional. Rev. Latino-Am. Enfermagem 2012;20(6).

- Neury JB. Crise suicida: avaliação e manejo. Porto Alegre: Artmed, 2015.

- Calear AL, Batterham, PJ, Christensen H. Predictors of help-seeking for suicidal ideation in the community: Risks and opportunities for public suicide prevention campaigns. Elsevier. Psychiatry Research. 2014; 219: 525-530.

- Batterham PJ, Calear AL, Christensen H. Correlates of Suicide Stigma and Suicide Literacy in the Community. Suicide And Life-threatening Behavior. 2013;43(4):406-417.

–Öztürk A, Akin S, Durna Z. Testing the Psychometric Properties of the Turkish Version of the Stigma of Suicide Scale (SOSS) with a Sample of University Students. Psikiyatri Hemşireliği Dergisi - Journal of Psychiatric Nursing 2017;8(2):102-109.

- Organização Mundial de Saúde. Prevenção do suicídio um recurso para conselheiros. Departamento de Saúde Mental e de Abuso de Substâncias Gestão de Perturbações Mentais e de Doenças do Sistema Nervoso Organização Mundial de Saúde — OMS Genebra 2006.

- Batterham PJ, Calear AL, Christensen H. The Stigma of Suicide Scale. Crisis : Hogrefe 2013.

– Calear AL, Batterham PJ, Christensen H. The Literacy of Suicide Scale: psychometric properties and correlates of suicide literacy. Crisis : Hogrefe 2013.

- Öztürk A, Akin S. The turkish version of literacy of suicide scale (LOSS): validity and reliability on a sample of turkish university students. International journal of psychiatry and psychological researches. International Peer-Reviewed Journal of Humanities and Academic Science 2016.

- Han J, Batterham PJ, Calear AL, Wu Y, Shou Y, Spijker BAJV. Translation and Validation of the Chinese Versions of the Suicidal Ideation Attributes Scale, Stigma of Suicide Scale, and Literacy of Suicide Scale. Death Studies 2017; 41(3): 173-179.

- Ram D, Chandran S, Gowdappa BH. Suicide and Depression Literacy Among Healthcare Profession Students in Tertiary Care Center in South India. Journal of Mood Disorders 2017.

- Oliffe JL, Hannan-Leith MN, Ogrodniczuk JS, Black N, Mackenzie CS, Lohan M, Creighton G. Men’s depression and suicide literacy: A nationally representative Canadian survey. Journal of Mental Health 2016.

- Botega, NJ, et al. Atitudes do pessoal de enfermagem em relação ao sucídio: a criação de uma escala de avaliação. Rev Bras Psiquiatria 2005; 27(4): 315-318.

- Kodaka M, Poštuvan V, Inagaki M, Yamada M. A systematic review of scales that measure attitudes toward suicide. International Journal of Social Psychiatry. 2010; 57(4): 338–361.

- Jorm AF. Mental health literacy. Public knowledge and beliefs about mental disorders. Br J Psychiatry 2000 Nov;177:396-401.

- Hubbard RW, Mcintosh JL. Integrating Suicidology Into Abnormal Psychology Classes: The Revised Facts on Suicide Quiz 1992;19(3).

- Chan WI, Batterham PJ, Calear AL, Galletly C. Suicide literacy, suicide stigma and help-seeking intentions in Australian medical students. Australasian Psychiatry 2014; 22(2):132–139.

- Han J, Batterham PJ, Calear AL, Wu Y, Xue J, Spijker BAJV. Development and pilot evaluation of an online psychoeducational program for suicide prevention among university students: A randomised controlled trial. Elsevier B V Internet Interventions 2017.

- Borsa JC, Damásio BF, Bandeira DR. Adaptação e Validação de Instrumentos Psicológicos entre Culturas: Algumas Considerações. Paidéia 2012; 22(53): 423-432.

- Filgueiras A, Galvão BO, Pires P, Fioravanti-Bastos ACM, Hora GPR, Santana CMT, et al. Tradução e adaptação semântica do Questionário de Controle Atencional para o Contexto Brasileiro. Estudos de Psicologia 2015; 32 (2): 173–185.

- Maroco J, Garcia-Marques T. Qual a fiabilidade do alfa de Cronbach? Questões antigas e soluções modernas?. Laboratório de Psicologia 2006;4(1):65-90.

- Chen S, Wu Q, Qi C, Wang X, He H, Long J, et al. Mental health literacy about schizophrenia and depression: a survey among Chinese caregivers of patients with mental disorder. BMC Psychiatry 2017;17(1):89.

- O’Connor M, Cassey L. The Mental Health Literacy Scale (MHLS): A new scale-based measure of mental health literacy. Psychiatry Res 2015; 229(1-2): 511-516.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 REVISTA INTERDISCIPLINAR CIÊNCIAS MÉDICAS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

INDEXAÇÕES 

     

 

 

 

ISSN 2526-3951