FATORES ASSOCIADOS ÀS LESÕES POR OVERUSE EM CICLISTAS AMADORES: UM ESTUDO TRANSVERSAL

Thamyris de Freitas Peixoto, Ingrid Jordana Silva Camilo, Virgínia Vitalina de Araújo e Fernandes Lima, Viviane Gontijo Augusto, Andrei Pereira Pernambuco

Resumo


 

 

Introdução: O ciclismo se destaca entre as atividades mais praticadas para a melhora de condicionamento físico e qualidade de vida, sendo uma atividade aeróbica de baixo impacto. Porém, quando praticado de maneira inadequada ou sem acompanhamento profissional, pode ser prejudicial ao corpo. As lesões decorrentes desse esporte podem ser classificadas por traumáticas ou por overuse. Objetivo: Este artigo tem por objetivo verificar a prevalência de lesões musculoesqueléticas por overuse e analisar quais variáveis explicam a ocorrência destas lesões em ciclistas. Metodologia: Este é um estudo de caráter transversal, com ciclistas. Para a coleta de dados foi utilizado um questionário contendo variáveis sociodemográficas, relativas ao treinamento e à saúde. Resultados: A maior parte dos ciclistas que pratica Mountain Bike, apresentou lesões traumáticas em membros superiores. Ciclistas acometidos por lesões por overuse não faziam acompanhamento profissional e nem praticavam exercícios físicos para prevenção de lesões. Conclusão: As lesões por overuse, na amostra avaliada, estão associadas ao histórico de lesões traumáticas, falta de exercícios físicos direcionados para a prevenção de lesões e ausência de acompanhamento profissional.


Texto completo:

PDF

Referências


Lima, Dartel F., Lohran A. Lima, and Michael P. da Silva. "Tendências temporais dos tipos principais de exercício físico e esporte praticados no lazer na cidade de Curitiba, Brasil: 2006-2014." Rev. Bras. Ciênc. Mov. 2017; 25:98-105.

Hallal, Pedro C., et al. "Tendências temporais de atividade física no Brasil (2006-2009)." Rev. Bras. de Epidemiol. 2011; 14(1): 53-60.

Di Alencar, Thiago Ayala Melo, Karinna F. de Sousa Matias, and Bruno do Couto Aguiar. "Lesões Agudas em Ciclistas."Rev. Movim. 2012; 5(3): 247-256.

Orsini, N., Bellocco, R., Bottai, M., Pagano, M., Andersson, S. O., Johansson, J. E.; A prospective study of lifetime physical activity and prostate cancer incidence and mortality. Br J Cancer. 2009; 101(11): 1932–1938. doi: 10.1038/sj.bjc.6605404.

Junior, H. C. S., Junior, J. T. S., da Silva Lima, W., dos Santos Cavalcanti, C. B., & Souza, A. O. S. Análise Antropométrica Comparativa entre a Elite de Ciclistas de estrada Pernambucanos e a Elite de Ciclistas Australianos. Rev. Bras. Presc. e Fisiol. Exerc. 2009; 3(13):63-68.

Clarsen, B., Krosshaug, T., & Bahr, R. (2010). Overuse injuries in professional road cyclists. Am J Sports Med. 2010; 38(12): 2494-2501.

Barrios, C., Bernardo, N. D., Vera, P., Laíz, C., & Hadala, M. (2015). Changes in sports injuries incidence over time in world-class road cyclists. Int J Sports Exerc Med.2015;36(03): 241-248.

Fordham, S., Garbutt, G., & Lopes, P. Epidemiology of injuries in adventure racing athletes. Br J Sports Med, 2004; 38(3): 300–303.

De Souza Carvalho, T., Ferreira, J. B., de Amorim, J. F., de Jesus Lima, M., & de Morais, K. C. S. Prevalência de sintomas osteomusculares em praticantes de mountain bike. Rev. InterScientia, 2017; 5(1): 189-203.

Pimentel, S., Pires, F. Lesões crónicas do joelho em ciclistas. SMPR 2011; 20(1).

Barrios, C., Bernardo, N. D., Vera, P., Laíz, C., & Hadala, M. Changes in sports injuries incidence over time in world-class road cyclists. Int Sports Med,2015; 36(03): 241-248.

De Bernardo, N., Barrios, C., Vera, P., Laíz, C., & Hadala, M. Incidence and risk for traumatic and overuse injuries in top-level road cyclists. J Sport Health Sci, 2012; 30(10): 1047-1053.

Crawley, M. J. The R book. John Wiley Sons. 2012

Awick, E. A., Wójcicki, T. R., Olson, E. A., Fanning, J., Chung, H. D., Zuniga, K., ... & McAuley, E. Differential exercise effects on quality of life and health-related quality of life in older adults: a randomized controlled trial. Qual Life Res. 2015; 24(2): 455-62.

Cruz, M. S. D., Bernal, R. T. I., Claro, R. M. Trends in leisure-time physical activity in Brazilian adults (2006-2016). Cad. saude publica, 2018; 34(10).

Esteban, C., Quintana, J. M., Aburto, M., Moraza, J., Egurrola, M., Pérez-Izquierdo, J; Capelastegui, A.Impacto of changes in physical activity on health-related quality of life among patients with COPD. Eur Repir j. 2010; 36(2): 292-300.

Wanich, T., Hodgkins, C., Columbier, J. A., Muraski, E., & Kennedy, J. G. Cycling injuries of the lower extremity. Cycling injuries of the lower extremity. J Am Acad Orthop Surg, 2007; 15(12): 748-756

Abt, J. P., Smoliga, J. M., Brick, M. J., Jolly, J. T., Lephart, S. M., & Fu, F. H. Relationship between cycling mechanics and core stability. J Strength Cond Res,2007; 21(4):1300-1304.

Piotrowska, S. E., Majchrzycki, M., Rogala, P., & Mazurek-Sitarz, M. Lower extremity and spine pain in cyclists. Ann Agric Environ Med 2017; 24(4): 654-658.

Kleinpaul, J.F. Efeito da altura do selim na cinemática da lombar de ciclistas. Motriz Rev. Educ. Fís. 2012;18(4):783-794.

Dos santos, M.; Gomes J.; Biesek, S.; "Avaliação do perfil antropométrico e consumo alimentar adolescentes jogadores de futsal." RBNE-Rev. Bras de Nutrição Esport. 2016; 9(53): 463-470.

Millour G, Duc S, Puel F, Bertucci W. Comparison of static and dynamic methods based on knee kinematics to determine optimal saddle height in cycling. Acta Bioeng Biomech. 2019;21(4):93-99. PMID: 32022807

Quesada, J.; Zachary Y.; Bertucci, W.; Carpes, F. The association of bike fitting with injury, comfort, and pain during cycling: An international retrospective survey. Eur J Sports Sci, 2019; 19(6):842-849.

Carneiro, J. G., Bortolotti, H., Camata, T. V., Bigliassi, M., Kanthack, T. F. D., Altimari, L. R. Effects of caffeine on performance and mood of cyclists. Rev. da Educ Físic 2013; 24(2): 279-286.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 REVISTA INTERDISCIPLINAR CIÊNCIAS MÉDICAS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

INDEXAÇÕES 

     

 

 

 

ISSN 2526-3951